Seguidores

domingo, 20 de janeiro de 2019

O MAR E SUA GRANDEZA



Azul da cor do mar
Tim Maia


Ah! Se o mundo inteiro me pudesse ouvir
Tenho muito pra contar
Dizer que aprendi

E na vida a gente tem que entender
Que um nasce pra sofrer
Enquanto o outro ri

Mas quem sofre sempre tem que procurar
Pelo menos vir a achar
Razão para viver

Ver na vida algum motivo pra sonhar
Ter um sonho todo azul
Azul da cor do mar


A GRANDEZA DO MAR
Paulo Roberto Gaefke


Você sabe por que o mar é tão grande?
Tão imenso? Tão poderoso?
É porque teve a humildade de colocar-se alguns centímetros
abaixo de todos os rios.
Sabendo receber, tornou-se grande.
Se quisesse ser o primeiro, centímetros acima de todos os rios,
não seria mar, mas sim uma ilha.
Toda sua água iria para os outros e estaria isolado.
A perda faz parte.
A queda faz parte.
A morte faz parte.
É impossível vivermos satisfatoriamente.
Precisamos aprender a perder, a cair, a errar e a morrer.
Impossível ganhar sem saber perder.
Impossível andar sem saber cair.
Impossível acertar sem saber errar.
Impossível viver sem saber viver.
Se aprenderes a perder, a cair, a errar, ninguém mais o controlará.
Porque o máximo que poderá acontecer a você é cair, errar e perder.
E isto você já sabe.



Bem aventurado aquele que já consegue receber com a mesma naturalidade
o ganho e a perda, o acerto e o erro, o triunfo e a queda, a vida e a morte.



[No livro “Quando é preciso Viver” página 29]

sábado, 24 de novembro de 2018

MÃE NATUREZA- OBRIGADA DEUS POR TANTA BELEZA!


MÃE NATUREZA



Como é lindo, Senhor, poder enxergar com estes olhos que me destes, poder sentir a natureza entrando pelos meus poros, me envolvendo e dizer:
"Deus existe, olhai e vede a lua cheia ou minguante, o sol forte ou fraco, as árvores, com suas folhas embaladas pelo vento, vento esse que nos refresca e embeleza ainda mais as coisas que movimenta. E as águas? Ah! As águas, tão frescas, tão poderosas e tão necessárias à vida."
Vida, resumo da natureza!
Olhai e bendizei a natureza pois ela, irmãos, é muito mais importante do que tudo que estais acostumados a admirar e comprar...
Bosques, riachos, flores, pássaros, perfumes, tudo isso nós podemos apreciar.
A natureza é mãe bendita, que tudo nos dá.
O que precisamos é aprender a olhar com olhos de amor, de agradecimento e alegria, por estarmos em um lindo mundo, que tantas belezas nos dá.
Quantos de vós, já olharam tudo o que está ao seu redor com olhos de amor?
Quando conseguimos encontrar coisas lindas ao nosso redor é porque o amor está presente em nós, seja ele da forma que for. Ele nos abre os olhos para um mundo mais belo e colorido, cheio de alegrias e perfumes. Prestem mais atenção na natureza para poderem compreender a grandeza divina.



domingo, 4 de novembro de 2018

Estações do ano.


Estações do ano.



Primavera de flores..


Verão de amores...


Outono de sonhos...


Inverno ciumento...


Deixe a primavera florir..

Deixe o verão amar...



Deixe o outono passar.... 





Deixe o inverno ser...


Quero amar nas manhãs de outono...
nas noites mais frias de inverno ....
colher as flores primaveris......
molhar-me nas noites quentes do verão.!!
IsabelRibeiroFonseca

AS ESTAÇÕES
MENINA DOS POEMAS 
A Primavera gosto de sentir
Cheirar e ver a florir
Gosto do perfume do ar
E dos pássaros a cantar



Gosto do Verão
Do calor da praia
Porque posso andar de calção
E saia!




O Outono é o mais engraçado
Veste-se de amarelo,
laranja e tem um toque avermelhado
As árvores começam a despir-se
E o calor a sentir-se



Do Inverno não gosto tanto
Não há pássaros a voar
Nem a cantar
Só há neve para alegrar





Entretanto voltamos ao início
Com as estações outra vez
Mas tenham calma com isso
Gosto de todas vocês

Mas minha paixão é a ...


sábado, 22 de setembro de 2018

CHEGOU A PRIMAVERA!




Primavera

Primavera gentil dos meus amores,
- Arca cerúlea de ilusões etéreas,
Chova-te o Céu cintilações sidéreas
E a terra chova no teu seio flores!

Esplende, Primavera, os teus fulgores,
Na auréola azul, dos dias teus risonhos,
Tu que sorveste o fel das minhas dores
E me trouxeste o néctar dos teus sonhos!

Cedo virá, porém, o triste outono,
Os dias voltarão a ser tristonhos
E tu hás de dormir o eterno sono,

Num sepulcro de rosas e de flores,
Arca sagrada de cerúleos sonhos,
Primavera gentil dos meus amores!
Augusto dos Anjos
Sejamos como a primavera que renasce cada dia mais bela… Exatamente porque nunca são as mesmas flores.
Clarice Lispector




PRIMAVERA

Ela chega discreta
na metamorfose divina
com seus encantos, sua beleza
Seus vários perfumes,
com seu jeito peculiar.
Da vida ao seco
trazendo vigor da florada
uma eclosão de cores
num calor de amores
em uma brisa que enternece.
Crianças brincando na chuva
sobre um céu colorido
olhares sorridentes
pulsando nos movimentos
Ah, doce e bela primavera!
Patricia Tieko



Há uma primavera em cada vida: é preciso cantá-la assim florida, pois se Deus nos deu voz, foi para cantar! E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada que seja a minha noite uma alvorada, que me saiba perder...para me encontrar....
Florbela Espanca



Colhe a alegria das flores da primavera e brinca feliz enquanto é tempo. Sempre haverá os dias em que chegará o inverno e não terás o perfume das flores, nem o sol, nem a vivacidade das cores.
Augusto Branco



Roube da primavera o seu aroma, do verão a sensualidade, do outono a transformação, do inverno o recomeço e reconstrua-se.
Viviane Basso



Feliz Primavera!

 Que venha  com o colorido das flores para conscientizar a todos de que a natureza deve ser preservada.


quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Eco lógico




Eco lógico
Autor desconhecido


Se aos pássaros perguntares.
Quem polui os nossos ares,
onde os pulmões se consomem,
o eco, lógico, responde:
… homem… homem… homem…



E o húmus de nosso chão,
que resta pro nosso pão
logo após uma queimada?
O eco, lógico, responde:
… quase nada… quase nada…


O que era o Saara?
A Amazônia o que será?
Um futuro muito incerto?
O eco, lógico, responde:
… só deserto… só deserto…


O que resta, desmatando,
o que sobra, devastando,
ao homem depredador?
O eco, lógico, responde:
… só a dor… a dor… a dor…



Que precisa a natureza
pra manter sua beleza
e amainar a sua dor?
O eco, lógico, responde:
… mais amor… amor… amor…


sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Não haveria tristeza


Não haveria tristeza


Benedito Gomes Rodrigues




Hoje vendo o mesmo rio
Dá-me aquele desgosto
O que fizeram com ele?
Pergunto já indisposto





Arrasaram suas margens
Restando só o capim
Encheram-no de lixo
E de esgoto até o fim





É ambição e ignorância
Desrespeito com a Criação
Fizeram o que quiseram
Sem prestar bem atenção





Mas ainda resta tempo
De rever o então feito
Reviver o nosso rio
Tornando-o como perfeito





Só basta ter a vontade
Alguma determinação
Sair do velho reclame
E partir para a ação.